Post Interessante:

I’m Not Here – Galeria Flow

(por: Ananda Valeeva) Em sua re-inauguração, agora com nova sede instalada na Ilha Búzios, a galeria Flow do talentoso fotógrafo da RL e SL Bruno Lisboa Oh, nos presenteia mais uma vez com uma exposição de qualidade, criatividade e beleza. Em sintonia com as vertentes criativas apresentadas por...

Leia Mais...

Unforgiven Isle

Patou Dumont | arquivado em Especial | 31-10-2008 | Comments Off

escrito por Patou Dumont

A loja The Soup Kitchen -que até visitar este SIM eu não conhecia- abriu sua mainstore neste SIM que é bem legal: uma ilha assombrada. Assim que eu cheguei no local acertei meu Enviroment Editor para Region Default e vi que tinha um pequeno bote com um tipo estranho, que me levou a um tour pela ilha.

Desci no cemitério e de lá explorei a ilha a pé. Confesso que levei uns sustos antes de chegar na loja (os sons são excelentes, use o fone de ouvido), que tem o balconista mais “interessante” que já conheci.

Onde: Unforgiven Isle 80/129/21

Gostei (4 votes, average: 1.00 out of 1)
Loading ... Loading ...

publicidade
Visite Rahz Island

Sarah Palin – Miss VP USA, de soooopernova

Patou Dumont | arquivado em Machinima | 30-10-2008 | Comments (5)

*porque o dia das eleições no US esta chegando… e eu estou com medo.

Zizania

Patou Dumont | arquivado em Viagem | 29-10-2008 | Comments (4)

escrito por Patou Dumont

Sim, eu confesso que tenho andado afastada do SL. Sem tempo e com pouco interesse em saber o que anda rolando. Entro de vez em quando para checar um local ou outro, mas cada vez menos. Vou continuar com o site até o final do ano, quando vou fazer uma avaliação dos prós e contras e decidir se continuo ou não.

Mas por enquanto vou continuar postando locais que visitei e achei bacana e dicas aqui e ali.

Bom, visitei uma dúzia de locais neste final de semana e confesso que poucos me animaram. Mas eu gostei deste SIM, Zizania. Bem planejadinho, com coisas simpáticas aqui e ali e você pode caminhar descobrindo o que existe de bacana até os SIMs vizinhos.

Eu sobrevoei tudo para ter uma idéia do local, depois caminhei para descobrir as coisas. Gostei.

Onde: Zizania 100/116/25

Gostei (7 votes, average: 1.00 out of 1)
Loading ... Loading ...

publicidade
Visite Rahz Island

Noobs Always Welcome at the Carnival, de rezzable

Patou Dumont | arquivado em Machinima | 28-10-2008 | Comments (3)

Economia, Freebies e para onde o SL esta indo…

Patou Dumont | arquivado em Comportamento, Especial, Mensagem | 27-10-2008 | Comments (29)

escrito por Patou Dumont

Recentemente Gwyn escreveu um longo post sobre alguns fatores que estão afetando a economia do SL. Recomendo a leitura, pois vale muito a pena.

Alguns pontos me chamaram a atenção em especial: o fato dela “cercar” o número de usuários que “gastam” no SL, algo que eu sempre suspeitei mas não tinha fatos concretos para explicar.

Ela falou também sobre moda ser um setor ultra saturado no SL, onde a oferta esta muito superior a procura e onde “nomes famosos” (Armidi, por exemplo) se dão bem e os pequenos estão lutando para “sobreviver”.

Algo que me tocou é a imensa proliferação dos freebies e dollarbies (juro que não é só porque eu não aguento mais ver fantasia de Halloween nos feeds… e temos mais 5 dias pela frente! socorro!!!! :mad: ) Meses atrás eu iniciei uma lista no grupo do SL!B que mandava notes com dicas de onde achar freebies e dollarbies. Depois por falta de tempo, passei a tocha para a Catzgirl e ela fez um trabalho excelente coletando e mandando os notes.

Logo em seguida alguns designer me mandaram IMs agradecendo, outros comentando sobre fatos ocorridos em suas Hunts e ofertas, e algums casos de pessoas reclamando. Por isso decidi traduzir e publicar aqui a etiqueta do freebie, que vocês podem reler aqui.

Porém a coisa pegou fogo quando Ana Lutetia publicou algo sobre a “cultura do freebie” no SL (algo que Gwyn fala detalhadamente no post que citei acima). Eu conheço muitos criadores no SL e nas últimas semanas tenho ouvido muita reclamação. Gente que manda IM reclamando do freebie, gente que fica no meio da loja na frente de todo mundo e faz comentários maldosos sobre o item ofertado, gente que reclama do dollarbie custar 1L, etc e tal. Eu mesma presenciei cenas deste tipo quando amigos me chamaram para ficar na loja assim que a notinha era enviada a alguns grupos especializados no tema (não o SN!B, graças, ou teria morrido de vergonha). Note que eu não estou falando dos brasileiros, mas dos usuários do SL em geral.

Freebies é uma das melhores maneiras dos novos usuários aprenderem como as coisas funcionam no SL, como podem personalizar seus avatares, e por este motivo eu não acho que os freebies devem sumir. Quando eu comecei no SL os bons freebies eram apenas para os usuários com 30 dias ou menos, o que me parece justo. Também acredito que não é nada demais enviar um presente como forma de agradecer a preferência as pessoas que gastam com frequencia na sua loja.

Eu confesso que durante um período estava totalmente viciada nos freebies (quando comecei a mandar as notas para o grupo) e cheguei a comentar com a Ananda que eu já não estava mais trocando dinheiro no Lindex porque pegava tudo de graça. Mas esta fase passou quando meu trabalho começou a exigir mais e eu pedi a Catz para enviar as notas, e hoje me dia só gasto no SL com coisas “legais e estranhas” e uploads, pois faço eu mesma o que quero vestir, se tenho tempo. Fashion is dead no meu caderninho. :-)

Mas acho que a maneira que os freebies estão sendo distribuidos esta começando a saturar o mercado que já esta tendo dificuldade em vendas. Alguns criadores se sentem pressionados a distribuir freebies para poder competir e quando você começar a desvalorizar seu produto, a situação é grave. Sem dizer que quando as pessoas começam a achar que os criadores tem a obrigação de oferecer freebies a mandam IM reclamando da peça e pedindo modificações, esse é o ponto onde as coisas devem ser revistas.

Outro fator são as contas Premium. Eu concordo com Gwyn quando ela sugere que as contas Premium deveriam oferecer algo mais que as contas normais. Hoje em dia a LL não ganha seu pão com as contas Premium, e sim com a venda das terras e o tier, por isso não existe incentivo algum em melhorar o serviço aos Premiums… (cá entre nós, estou viajando né, a LL não tem interesse em melhorar nada para ninguém). Mas seria interessante se alguns limites fossem estipulados. Ela deu o excelente exemplo do Flickr: Flickr é um serviço grátis se você não se importa com as limitações. Se você paga um pouquinho mais, tem mais regalias. Eu sei que tem gente que vai me xingar e me chamar de elitista, mas imagine só o quanto ajustes aqui e ali poderiam melhorar a vida de todos: limite ao número de contas grátis por IP poderia evitar os bots; limite de uploads aos usúario sem CC on file ia diminuir o número de gente usando copybots e subindo imagens que não lhes pertence (claro que uma alternativa deveria ser implantada para quem não tem CC internacional); voice só poderia ser iniciada pelo premium; etc.

Eu gostaria de ver mudanças nos SL, mas sei que estou viajando na maionese. Enquanto isso o que eu posso fazer é escrever sobre o que eu gostaria que acontecesse… e sonhar. Boa semana a todos! 8)

Gostei (12 votes, average: 1.00 out of 1)
Loading ... Loading ...

publicidade
Visite Rahz Island

The art critic, de ifeelfaint

Patou Dumont | arquivado em Machinima | 14-10-2008 | Comments (5)

Harry Potter – A magia que conquista a todos

Ananda Valeeva | arquivado em Especial, RPG | 13-10-2008 | Comments (29)

escrito por Ananda Valeeva

Uma das delícias que podemos viver na SL é estar dentro de contos de fadas ou mesmo das cenas de livros e filmes que nos encantam. Às vezes imagino que seria fantástico encontrar aqui o cenário de “Bladerunner” ou “O céu que nos protege”, na paisagem estonteante do deserto vislumbrada por Bernardo Bertolucci.

Recentemente fui surpreendida por mais um incrível trabalho de Erin Burks, uma das mais talentosas criadoras e builders da Second Life. Seu trabalho em Liquid Heat já foi mostrado aqui na linda criação feita em 2007 para o Halloween. Slade Christensen faz parceria com Erin como grande builder e scripter.

Um castelo e todo o cenário de Harry Potter, dos livros de J. K. Rowling foram criados usando nada menos que quatro Sims. O que posso dizer no mínimo é que você vai ficar extasiado/a. Para quem aprecia construções, texturas realistas, bom gosto, criatividade e aventura a visita é imperdível. Há um tour de trem e outro de barco, pois tudo é grandioso demais e você pode levar horas passeando, se quiser realmente conhecer tudo. Ah…. ligue o som, pois a trilha sonora é maravilhosa.

O sucesso é tão grande, que nos primeiros dias 200 pessoas pediram para transformar o Sim em RPG e há um grupo incrível de magos e personagens dos livros jogando RPG por lá. Um dos atrativos é que eles mesmos decoram seus dormitórios. Quem sabe você encontra Ron Weasley e Hermione Granger nos corredores da escola Hogwarts ou tenha que fugir do maldoso Lord Voldemort.

Onde: The Leaky Cauldron and Diagon Ma, Liquid Heat Experience 36/148/32

Gostei (5 votes, average: 1.00 out of 1)
Loading ... Loading ...

publicidade
Visite Rahz Island

Something Wrong With Me, de OneJovialSim

Patou Dumont | arquivado em Machinima | 11-10-2008 | Comments (1)

Chakryn Forest – a natureza te faz sonhar

Ananda Valeeva | arquivado em Especial, Viagem | 10-10-2008 | Comments (5)

escrito por Ananda Valeeva

Um sonho dentro do sonho que podemos viver na SL. Ouvi um comentário perfeito para descrever como nos sentimos ante este belo Sim – é uma obra de arte, entre a Paz do paraíso e uma alucinação lisérgica.
Penso que uma das maiores qualidades da SL é poder aplaudir e apreciar os incríveis talentos como o grupo que criou esta serena e romântica floresta encantada. A dona do SIM é a gentilíssima Bettina Tizzy, com quem conversei; o builder foi o grande artista Andrek Lowell, que criou esta floresta mágica com recantos secretos, cachoeiras, túneis e cavernas… Encontrei até um altar de rituais para fadas. Tudo lindo demais e pude curtir maravilhas ao tirar fotos que amei, fazendo experièncias com os recursos do windlight. Pena não poder mostrar tudo aqui.

Há obras de arte magníficas, esculturas com movimentos fractais em um ballet sinuoso, de cores e formas de tirar o fôlego; e ainda para nos encantar mais, há uma sala interna fantástica, criada pela incrível artista criadora da Ilha Rouge e tantas outras, Eshi Otawara. O mínimo que posso dizer é que viveria em uma pequena cabana em um lugar desses para sempre. Ou até mesmo sob a luz do sol e do luar, tendo como leito a grama macia e perfumada.

Caminhei, voei, meditei e apreciei a beleza e encantamento. Cheguei a sentir o frescor da relva da manhã, que até arrepiou a pele. O perfume das flores inebriando o olfato e despertando memórias. Jasmim e um aroma de almíscar, algo de madeira e folhas verdes, que quando pisadas, exalavam seu perfume mágico, aflorando em mim sensações incríveis.

Sinceramente, fiquei horas nesse campo de sonhos, e ainda para me conquistar definitivamente, o som que tocava era de maravilhosas músicas indianas. Como resistir ao som de ragas, tablas, sitars, veenas e harmonium? (desculpem os nomes dos instrumentos, que podem soar estranhos, mas são típicos da Índia, criam sons únicos e fazem parte de minha vida há anos).

Chakryn Forest é uma das mais belas e fascinantes criações que já vi na SL e se você é sonhador(a), apaixonado(a) e adora deixar fluir todas as emoções, vá hoje mesmo e me conte se exagerei. Não se esqueça de ligar o som logo que chegar.

Onde: Chakryn 45/186/22

Gostei (7 votes, average: 1.00 out of 1)
Loading ... Loading ...

publicidade
Visite Rahz Island

What A Feelin’ !, de OneJovialSim

Patou Dumont | arquivado em Machinima | 09-10-2008 | Comments (3)